1986, a série

Numa tarde quente de Agosto, enquanto embalava placidamente a Luz, recebo uma mensagem do Nuno Markl a dizer que estava a filmar uma série que ele tinha concebido na secundária de Benfica. Para quem não sabe, eu e o Nuno crescemos em Benfica e partilhámos a mesma escola secundária, apesar de não nos termos cruzado nos seus corredores.

A série, dizia-me, passava-se no ano de 1986 e mostrava as aventuras e desventuras de um grupo de miúdos que estudavam na nossa escola.

Fiquei com a pulga atrás da orelha, certa de que não só eu ia querer ver a série, mas de que muitas mais pessoas haveriam de gostar da premissa de que partia.

Umas semanas mais tarde, outra novidade: a série ia ter banda sonora feita de propósito. As canções iam ser compostas pelo João Só e a produção ficava a cargo do Nuno Rafael.

Nisto, vai o Nuno de convidar-me para cantar uma canção e eu soltei um gritinho histérico de alegria. “Claro que quero participar!”

Quando recebi a canção que me era destinada, vinha com um pequeno enquadramento da personagem a que estava dedicada e dizendo que seria algo dentro do universo de Cyndi Lauper. Tudo certo, portanto.

Abri o ficheiro e a voz e guitarra do João Só entoavam: Pensamos no Futuro Amanhã. Adorei tudo, letra, melodia, ideia de produção e arranjo.

Fomos para o estúdio, gravei 2 vozes, a principal e outra, por cima dessa, para reproduzir a técnica tão utilizada nos anos 80. Os sintetizadores estavam perfeitos, o solo de guitarra, também. Da minha parte era só não estragar.

Depois, passadas umas semanas, veio a mistura e fiquei com um sorriso rasgado. Não só porque estava ali uma bonita canção, mas porque ao ouvi-la, conseguia de facto viajar no tempo, até 1986.

A série é uma das melhores séries da televisão portuguesa e irá criar culto, não tenho dúvidas.

Feliz sou eu, por poder fazer parte dela, com uma canção tão bonita e tão bem feita.

AB

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *